2014 / 2015

2014 foi um ano difícil, mas também foi um ano de bênçãos.

E glórias a Deus por nos fazer passar por atribulações, pois assim damos real valor às bençãos quando estas chegam.

 

2014 foi ano que lutamos loucamente para receber nosso apartamento. Imóvel que compramos, pagamos em dia, mas a MRV estava segurando para nos entregar as chaves. Em junho Deus disse “basta!” e nos entregou nosso lar, que estava comprado desde maio de 2010.

Em 2014 sofri perdas irreparáveis. Em agosto Yuri, um ex aluno, faleceu e em novembro, depois de muito lutar, minha tia Katia também se foi. Mas em dezembro, pouco depois do grande sacode que os Imenes levaram, Deus nos presenteou com a gestação de minha prima Jennifer (filha da tia Katia). Rebecca vem aí para dar mais cor de rosa à nossa família.

Em 2014 Deus nos orientou a mudar de Igreja. Ele não nos queria mais congregando longe de casa e colocou em nossos corações o desejo de encontrar uma “família espiritual” em Mambucaba. Depois de muito orar, falar e ouvir ao Senhor, estamos congregando na PIB em Mambucaba, aqui pertinho de onde Deus escolheu para morarmos.

Em 2014 fomos padrinhos de Casamento de Bianca & Alcidney , casal que foi morar logo ali em Boston (EUA). A saudade aperta, mas o conforto vem do Senhor, que os mandou para lá.

Em 2014 fizemos uma pequena reforma no ap que o Senhor nos deu. O pedreiro estragou o material mais caro da reforma, mas Deus providenciou o ressarcimento do prejuízo e, em 20 de dezembro, nos mudamos para o nosso tão esperado e amado lar.

Em 2014 Deus nos providenciou uma nova sobrinha: Emanuele, de Sabrina & Walter. A pequena Manu já chegou causando: Sabrina engravidou no susto, a gravidez era cercada de cuidados e Manu queria nascer bem cedo, aos 6 meses de gestação. Mas Deus, que é um Deus de amor e cuidado, guardou Manuzinha no forno até janeiro/2015.

Em 2014 fomos surpreendidos por Deus em cada detalhe de nossas vidas. Seja na dor da perda, na demora da entrega do que é seu por direito, seja na frustração de um plano… em qualquer coisa que nos acontece, Deus está olhando lá na frente e tomando conta de nós.

Hoje Deus faz. Amanhã você entende.

Perder

Nunca saberemos como lidar com a perda. Seja de um simples objeto ou de uma vida. Perder é sempre muito difícil…

Em 2012 um formando do colégio, o Arthur, durante a instalação de um toldo encostou num cabo de alta tensão. Arthur foi eletrocutado e morreu na hora.

Ano passado, numa briga entre vizinhos, um ex aluno nosso, Robert, foi executado.

Também ano passado, às vésperas de sua formatura Érika sofreu um acidente de carro e ela e o irmão, Érik, morreram ainda no local do acidente.

E hoje, 12 de agosto de 2014, recebi mais uma surpresa desagradável: Yuri, formando 2014, passou mal, teve 3 paradas cardíacas e na 4ª parada não resistiu e faleceu.

Eram alunos do Ensino Médio, todos tão novos!… Com menos de 20 anos… não consigo me acostumar com esse tipo de perda.

Perder o Yuri assim, dessa forma, por mais incrível que pareça, me chocou mais do que o falecimento dos outros alunos. O menino estava bem, aparentemente saudável, não era envolvido com drogas, nem anabolizantes. Um choque muito grande para todos.

Mais um aluno nosso se foi. E um bom aluno. Não só academicamente falando, mas humanamente. Yuri foi um rapaz muito bom. Não porque todo mundo que morre era bonzinho, mas porque ele realmente era. Era gentil, solícito, educado.

Mais um aluno nosso se foi. E não por culpa de violência ou drogas; por culpa da fatalidade. Não tem como encontrar a culpa para o falecimento do Yuri. Não há culpados.

Mais um aluno nosso se foi. Um aluno novo, cheio de planos e vida pela frente. E infelizmente não sabemos o tamanho do caminho que temos à frente nesta estrada chamada vida.

Mais um aluno nosso se foi. Mais uma ferida se abre em nossos corações e mais uma vez não sabemos como lidar com isso.

Meu Deus, que do Senhor venha o consolo, porque nada do que pense ou diga será capaz de me confortar, imagine a família desse menino.

Deus de Surpresas

Deus é maravilhoso, surpreendente!

Em julho, minha amigas de infância e eu combinamos de comer uma pizza juntas neste final de semana (02 de agosto). Mas, na quarta feira, para a minha surpresa, uma delas entrou em contato desmarcando o encontro. As outras murcharam e resolvemos então adiar a pizza. Na hora fiquei virada no samurai: “Como assim?! Depois de mais de 2 anos sem a gente se encontrar todas juntas ela desmarca em cima da hora?!” – pensei chateadíssima. Mas, após a raiva passar, pensei melhor, ajudei a remarcar o encontro e tive um outra ideia para o final de semana. Resolvi com Leandro que iríamos passear em Penedo.

Mas Deus sempre nos surpreende. Havia em encontro de motoqueiros em Penedo e a cidade estava lotada. Não havia lugar para a gente se hospedar. Mais uma vez me chateei e mais uma vez Deus nos surpreendeu. Resolvemos ir para Visconde de Mauá e nos hospedar na Pousada Recanto do Pinheirão. Tudo acertado e, antes do Leandro fazer a transferência para reservar o quarto, descobrimos que o quarto que queríamos havia acabado de ser reservado por outra pessoa. “O que não tem remédio remediado está! Vamos ficar com o último quarto da pousada, então.”

Como disse, Deus sempre nos surpreende. Chegando a Visconde de Mauá fomos apresentados aos nossos aposentos. Que quarto lindo!! O quarto mais lindo, encantador e acolhedor que já ficamos hospedados. Tinha lareira, banheira, água quentinha, sauna, deck, rede na varanda, cama fofinha, café da manhã delicioso… Que final de semana maravilhoso! Foram os 2 dias mais tranquilos e gostosos que já passamos fora de casa.

Voltamos para casa e ontem, antes de dormir, planejei em minha mente o dia de hoje. Coisas simples: vou acordar às 6h45min; prepararei o café da manhã para mim e meu marido lindo; colocarei roupas para lavar; irei ao curso de Inglês; quando voltar, colocarei as roupas no varal; farei nosso almoço…

Mas Deus sempre nos surpreende. Hoje, quando amanheceu, o tempo fechado nem de longe lembrava o sol lindo que estava ontem. Me aborreci. Como lavaria todas as roupas do fim de semana?! Fiquei chateada.

Mas, como já disse anteriormente, Deus sempre nos surpreende. Além de não ter chovido e eu ter conseguido lavar as roupas e deixá-las pegando um ventinho para depois estendê-las dentro de casa mesmo, fiquei pensando no versículo “Do homem são as preparações do coração, mas do SENHOR a resposta da língua.” (Provérbios 16:1)

Já pensou se tivesse encontrado minhas amigas para a pizza? Com certeza seria uma noite agradável, mas não era o que Deus havia reservado para mim e Leandro. Precisávamos daquele final de semana de folga, precisávamos da tranquilidade de Visconde de Mauá e não do encontro do motoqueiros de Penedo. E se tivéssemos ficado com o primeiro quarto aproveitaríamos o lugar, mas Deus havia reservado, literalmente, o melhor quarto da pousada para nós. Aprendi que tenho que aproveitar as surpresas que Deus nos faz em vez de, de cara, ficar chateada. Tenho que aprender a largar o controle nas mãos dEle e deixá-lo governar minha vida, pois Ele sempre tem o melhor para mim e minha família.

Quando você pensa que tem tudo sob controle, Ele vem e te mostra quem é o Dono de tudo, inclusive do desfecho de nossos planos (por mais simples que eles sejam). Deixe Deus te fazer uma surpresa. Ainda hoje!!

08 de março :: Dia Internacional da Mulher

No último sábado, dia 08 de março, comemorou-se o Dia Internacional da Mulher. Como estava sem acesso ao blog, só hoje poderei postar minha homenagem.

Desejo que Deus nos faça…

 …formosas como Ester

“Essa moça, também conhecida como Ester, era atraente e muito bonita…” (Ester 2.7)

  …sagazes como Joquebede

“…e ela engravidou e deu à luz a um filho. Vendo que era bonito, ela o escondeu por três meses. Quando já não podia escondê-lo, pegou um cesto feito de junco e o vedou com piche e betume. Colocou nele o menino e deixou o cesto entre os juncos, à margem do rio Nilo…” (Êxodo 2.2-3)

…corajosas como Jael

“Ele pediu água, e ela lhe deu leite; numa tigela digna de príncipe trouxe-lhe coalhada. Ela estendeu a mão e apanhou a estaca da tenda; e com a mão direita o martelo do trabalhador. Golpeou Sísera, esmigalhou sua cabeça, esmagou e traspassou suas têmporas.” (Juizes 5.25-26)

…companheiras como Rute

“…Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o Senhor, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.” (Rute 1:16-17)

 …notáveis como Miriã

“Então Miriã, a profetisa, a irmã de Arão, tomou o tamboril na sua mão, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris e com danças. E Miriã lhes respondia cantando: ‘Cantai ao Senhor, porque gloriosamente triunfou; e lançou no mar o cavalo com o seu cavaleiro’.” (Êxodo 15:20-21)

…espertas como Abgail

“Então Davi disse a Abigail: Bendito o Senhor Deus de Israel, que hoje te enviou ao meu encontro. E bendito o teu conselho, e bendita tu, que hoje me impediste de derramar sangue, e de vingar-me pela minha própria mão. Porque, na verdade, vive o Senhor Deus de Israel, que me impediu de que te fizesse mal, que se tu não te apressaras, e não me vieras ao encontro, não ficaria a Nabal até a luz da manhã nem mesmo um menino. Então Davi tomou da sua mão o que tinha trazido, e lhe disse: Sobe em paz à tua casa; vês aqui que tenho dado ouvidos à tua voz, e tenho aceitado a tua face.” (1 Samuel 25:32-35)

…obedientes como a filha de Jefté 

“E Jefté fez um voto ao Senhor, e disse: Se totalmente deres os filhos de Amom na minha mão, aquilo que, saindo da porta de minha casa, me vier ao encontro, voltando eu dos filhos de Amom em paz, isso será do Senhor, e o oferecerei em holocausto. Assim Jefté passou aos filhos de Amom, a combater contra eles; e o Senhor os deu na sua mão. (…) Vindo, pois, Jefté a Mizpá, à sua casa, eis que a sua filha lhe saiu ao encontro com adufes e com danças; e era ela a única filha; não tinha ele outro filho nem filha. (…) E sucedeu que, ao fim de dois meses, tornou ela para seu pai, o qual cumpriu nela o seu voto que tinha feito…” (Juízes 11:30-39)

…prestativas como Rebeca

“Então o servo correu-lhe ao encontro, e disse: Peço-te, deixa-me beber um pouco de água do teu cântaro. E ela disse: Bebe, meu senhor. E apressou-se e abaixou o seu cântaro sobre a sua mão e deu-lhe de beber. E, acabando ela de lhe dar de beber, disse: Tirarei também água para os teus camelos, até que acabem de beber. E apressou-se, e despejou o seu cântaro no bebedouro, e correu outra vez ao poço para tirar água, e tirou para todos os seus camelos.” (Gênesis 24:17-20)

  …submissas como Sara

 “Assim partiu Abrão como o Senhor lhe tinha dito (…). E tomou Abrão a Sarai, sua mulher (…); e chegaram à terra de Canaã.” (Gênesis 12:4-5)

…amáveis como a noiva em Cantares

“Pomba minha, que andas pelas fendas das penhas, no oculto das ladeiras, mostra-me a tua face, faze-me ouvir a tua voz, porque a tua voz é doce, e a tua face graciosa.” (Cantares de Salomão 2.14)

…hospitaleiras como a sogra de Pedro

“Ora, levantando-se Jesus da sinagoga, entrou em casa de Simão; e a sogra de Simão estava enferma com muita febre, e rogaram-lhe por ela. E, inclinando-se para ela, repreendeu a febre, e esta a deixou. E ela, levantando-se logo, servia-os.” (Lucas 4:38-39)

…íntegras como Isabel

“Existiu, no tempo de Herodes, rei da Judéia, um sacerdote chamado Zacarias, da ordem de Abias, e cuja mulher era das filhas de Arão; e o seu nome era Isabel. E eram ambos justos perante Deus, andando sem repreensão em todos os mandamentos e preceitos do Senhor.” (Lucas 1:5-6)

…persistentes como Ana

“Ela, pois, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente. (…) E sucedeu que, passado algum tempo, Ana concebeu, e deu à luz um filho, ao qual chamou Samuel; porque, dizia ela, o tenho pedido ao Senhor.” (I Samuel 1.9-20)

….e virtuosas como a Mulher descrita em Provérbios 31.

 

17 de fevereiro

Este é um dia especial para nós desde 2008

Quando nos conhecemos, em 25 de agosto de 2007, de cara, antes mesmo de sermos apresentados, eu disse “É ele!! É com ele que vou casar!”. Riram de mim, não acreditando em minha tão espontânea fé. Mas eu acreditei. Deus acreditou. E foi Deus quem nos uniu.
Começamos a orar e, passado o prazo dos 12 encontros e 1/2 (sim, 1/2 encontro!! rs), Deus nos honrou e respondeu confirmando que nosso amor é de Sua vontade.
17 de fevereiro de 2008 foi o dia do 1/2 encontro que faltava para fechar nosso período de oração e esse dia aconteceu cheio de expectativas de nossa parte e de nossos familiares.
Depois de um almoço em família, no intervalo de um Flamengo x Botafogo, quando já estava na hora de nos despedirmos, Leandro pediu a palavra e começou a dizer o que tanto esperei ouvir. Em tom quase que solene me perguntou se eu queria ser sua namorada. Minha vontade era dizer “claro que quero!”, pular ou fazer qualquer coisa mais efusiva do que o “quero” tímido que respondi mas, incrivelmente, naquele momento tão especial me faltou o ar e, com ele, as palavras. Ele perguntou aos meus pais se permitiam e abençoavam nosso namoro e, tanto meus pais quanto os dele, responderam que sim. Oramos entregando a Deus nosso namoro pela primeira vez. E também foi nesse momento que ele me chamou de “namorada” pela primeira vez.
E chegou a hora da primeira despedida dos novos namorados. Enquanto seu pai foi manobrar o carro, nos despedíamos no portão. Foi aí que ele me deu um beijo na testa, depois respeitosamente beijou meus lábios e declarou: “Esse é o primeiro dos muitos beijos que vou te dar.” E há 6 lindos anos ele cumpre fielmente essa promessa. ♥

São 6 anos de namoro, companheirismo, amizade, alegria, felicidade, cumplicidade, fidelidade… de amor! Faz 6 anos que sou uma pessoa mais feliz, mais tranquila, mais amada. Esses tem sido os 6 anos mais plenos de minha vida. E a culpa, se assim posso dizer, é tua, LEANDRO SANTOS NOGUEIRA.
Obrigada por tudo o que vc é para mim!

Esses são nossos primeiros 6 anos de namoro e, como já disse outras vezes, daqui para mais de 6, 12, 18 (…) décadas quero ver todos os dias aquele sorriso lindo, que tanto me chamou atenção e me conquistou. Quero que ele seja a última que verei antes de dormir e a primeira coisa que verei ao acordar. Para sempre. ♥

NEOQSEAV.
Sua esposa, sua eterna namorada
Vanessa Vasconcellos Imenes de Oliveira Nogueira

 

N♥sso♥ Am♥r é Lind♥

Ouvindo o rádio, me surpreendi acompanhando emocionada a música “Nosso Amor é Lindo” (do Voices) e passou um pequeno filme em minha cabeça…

Lembrei de nossos tempos de oração e de namoro quando eu sonhava, ainda um pouco insegura, com a hora do nosso SIM.
Lembrei dos tempos de SENAI quando te esperava ansiosamente na estação Maracanã para ver seu sorriso.
Lembrei dos sufocos para entrar no trem lotado só para irmos juntinhos até Campo Grande.
Lembrei do nosso primeiro Dia dos Namorados juntos que, na hora de ir embora, vc me disse “eu te amo” pela primeira vez e, quando o ônibus saiu, chorei de alegria.
Lembrei de uma certa quinta feira de janeiro de 2010 quando vc me ligou falando de um apartamento que sua irmã viu e, de forma meio confusa, me convenceu a entrar “no esquema”. E, no sábado, me levou para ver o tal ap e explicou que estava interessado em comprá-lo para morarmos. Foi um “quase pedido de Casamento”, mas foi o meu primeiro SIM para vc.

E agora estamos aqui: 1 ano, 6 meses e 24 dias depois do SIM mais importante de nossas vidas no nosso Grande Dia, o nosso 07 de julho, o primeiro dia do restante de nossas vidas.

Vc me surpreende e me conquista mais a cada dia. TE AMO mais do que naquele 17 de fevereiro de 2008, mais ainda do que em 17 de fevereiro de 2011 e muito mais do que em 07 de julho de 2012.

Leandro, agradeço a Deus por tua vida na minha. Sou muuuuuuiiito feliz ao teu lado. Não me canso de dizer: vc é o meu presente! Te direi SIM quantas vezes forem necessárias (e as que não forem também), pois vc é o melhor de Deus para mim.
Marido, receba essa canção como se fosse minha:

“Nosso amor é lindo.É lindo quando vejo você chegar
Com esse jeito de sorrir, de olhar, de falar
Nosso amor é lindo
É lindo quando você vem me dizer
Que haja o que houver
O amor tem poder pra vencer

Você é infinitamente mais,
Do que um dia eu pedi pra Deus.
Eu vou viver o resto dos meus dias, ao lado teu.
A nossa casa tem que ser,
Um pedacinho lá do céu.
Na alegria ou na dor eu serei fiel.

E mais uma vez eu digo ‘sim’
E mais uma vez me rendo a esse amor,
A esse olhar, a esse sorriso.
E mais uma vez eu digo ‘sim’
E mais uma vez eu nego a solidão,
De um coração que não tem abrigo.
Porque o nosso amor é lindo.
Porque nosso amor é tão lindo.
Nosso amor é tão lindo…”

NEOQSEAV ♥
Sua Vanessa.

E o povo continua pastando…

Lendo II Crônicas 36.5-21, fiquei meditando no quanto Israel padeceu por conta de seus maus governantes, por causa das más escolhas que seus reis fizeram. Pensei: atualmente não é diferente!! Lendo sobre os reinados de Jeoaquim, de Joaquim e de Zedequias, vi o quanto eles fizeram “o que era mau perante o Senhor” e comparei o momento ruim que temos vivido em nosso país, especialmente em nosso estado (o Rio de Janeiro).

Lembro da campanha de nossa presidenta, dela dizendo que era um absurdo privatizar empresas federais. E o que vemos agora? Nosso pré-sal está sendo leiloado e um consórcio será responsável por nossa riqueza. Tô achando que privatização mudou de nome…

E os royalties do petróleo, aqui do Rio? Era um tal de “veta Dilma” pra lá, “veta Dilma” pra cá e, quando todos estavam certos de que a presidenta ficaria a nosso favor, ela nos deixou perder parte dos royalties.

O Maracanã, reformado para a Copa do Mundo com o dinheiro dos nossos impostos, também foi privatizado. Ou melhor, um consórcio o administra, agora. Quando vamos ao estádio, nem podemos mais gritar “o Maraca é nosso, ah-ha, uh-hu!” por que não é! É do Eike Batista e de seus amiguinhos. Isso sem contar os outros estádios e os vários aeroportos que estão sendo reformados para a Copa país a fora.

Quando entrei em greve, há quase 80 dias, eu entrei para lutar por uma Educação melhor, de qualidade, decente ao menos. Mas, como o povo de Israel, estou padecendo por conta de meus governantes. No caso, em especial, por causa do governador do estado do RJ e de seus “paus mandados”.

No primeiro post que fiz sobre a greve expliquei as razões de ter aderido ao movimento. Falei sobre Wilson Risolia (Economista que está como Secretário de Educação do RJ); das salas de aula cheias, apertadas e abafadas; do aluguel dos aparelhos de ar condicionado… Na ocasião, escrevi “(…) é por essas e outras razões que estou em greve. Por melhores salários, melhores condições de trabalho, pelo fim da meritocracia, pelo fim da certificação. Gostaria, muito, que nossa paralisação surtisse efeito rápido, para que nossos alunos não fossem mais prejudicados do que já são por esse sistema miserável. Mas nem negociar essa corja quer! Estou em greve há um mês e só saio dela quando recebermos ganhos reais. Cansei de esmola, Senhor Governador!! Cansei de papo furado, Senhor Secretário!! Quero ação!! (…)”. E permaneci paralisada até ontem, 24 de outubro, quando houve assembleia da Rede Estadual, e a greve foi suspensa.

Se quer negociar com os professores o Estado aceitava. Quando, de repente, um Ministro do Superior Tribunal Federal, Luis Fux, convocou os representantes do SEPE (nosso Sindicato) e os representantes do Governo (no caso, o Sérgio Cabral, mas quem compareceu foi o Risolia) para uma audiência de conciliação. No meu entender, o SEPE deveria levar nossas reivindicações ao STF e lutar para conquistar algo pela categoria no dia 22 de outubro. Pensei que fosse ganhar de aniversário alguma das coisas pelas quais lutei, mas o SEPE não me representou e me presenteou com a amargura da decepção no dia em que completei mais uma primavera.

Tudo o que recebemos foi a garantia de que nosso ponto não seria cortado (o que, aliás, já era nosso direito!!). O sindicato foi à Brasília passear e tirar as multas dele e, em troca, nos “vendeu” prometendo a reposição das aulas. Eles têm licença sindical e não terão que fazer reposição em janeiro então, para eles, tanto faz! Aí, me vem a coordenadora geral do SEPE dizer em rede nacional que isso é vitória!… Tá de brincadeira, né?! Só se for vitória para eles, do sindicato, que não teriam mais que pagar multa pelos dias de greve.

A greve da Rede Estadual foi suspensa. Não recebemos NADA! Fiquei em greve por mais de 2 meses à toa! Estou voltando para a sala de aula mais vazia do que saí!

Estou decepcionada! Me sentindo desamparada. Sindicato vendido!

Como olharei nos olhos dos meus alunos? Com que moral voltarei às salas de aula? Direi a eles que lutei em vão? Que eles ficaram sem aulas por mais de 2 meses para eu voltar ao colégio dizendo que nada conquistei? Que nossos representantes querem mais é nos ver pelas costas? Que só pensam do deles e o povo “que se lasque”?

Direi a eles que tirei umas férias extras de 2 meses, como disseram uns pelegos por aí? Como explicarei para eles que confiei num Sindicatozinho que se vendeu? Bando de Judas!! Devem ter nos vendido por qualquer miséria, ainda!