esperar, esperar…

“Quando fazemos um bolo, temos que esperar o tempo de assar. Se ficarmos abrindo a tampa do forno, vai desandar (ficará solado). Se soubermos esperar direitinho, no tempo certo, saborearemos um delicioso bolo! Tem que saber esperar.”

bolo

Vida de Adoração

O que seria uma vida de adoração? Quando se diz isso, as pessoas já imaginam um monte de gente dentro da Igreja todos os dias. Mas adorar a Deus é mais que isso. Beeeem mais.

Certa vez ouvi uma definição de adoração que achei maravilhosa: “adorar a Deus é fazê-Lo sorrir”. De vez em quando me pego pensando se tenho feito Deus sorrir com minhas atitudes. E não é só com atitudes dentro da Igreja ou no meio dos meus irmãos. É EM TODO O TEMPO.

Uma forma de adorar a Deus é dando bom testemunho no meio onde você vive, sabe? Desde as coisas mais simples (como devolver os centavos que vieram a mais no troco), às mais complexas (não levar aquela bike bonitona só porque ela está no bicicletário sem cadeado). Como cristãos, devemos sempre fazer as coisas certas -mesmo que mais ninguém as faça- e não fazer coisas erradas -mesmo que todo mundo faça.

Sim, é chatinho e não é fácil ser o certinho o tempo todo. Mas é a forma que Deus quer que vivamos nossas vidas: dando o exemplo.

Esses dias, conversando com Leandro, falamos sobre o comportamento de alguns alunos meus. Os adolescentes, de modo geral, não largam seus smartphones de jeito nenhum, nem durante as aulas. O professor está explicando o conteúdo e eles continuam com seus fones nos ouvidos prestando atenção em seus aparelhos. Se você é cristão e faz isso, além de falta de respeito com o profissional que está à sua frente, é mau exemplo para os ímpios que te cercam. Como cristãos, precisamos abrir mão de nossos smartphones não só durante os cultos mas também no decorrer das aulas no Colégio.

O bom testemunho é dado nos pequenos detalhes de nossa vida diária. O amigo não crente observa e percebe que VOCÊ age de forma diferente, até que ele percebe que essa diferença é a vida de adoração que você realmente vive.

Metaforicamente: você e o relacionamento com seu celular têm dado um bom testemunho de vida? O Senhor Jesus só está pedindo que você abra mão um pouquinho do seu smartphone, não está pedindo pra você abrir mão de sua vida. Não, ainda.

Tamanho GG

Abstract stamp or label with the text Big Size written insideUma moça trabalhava em um brechó de um hospital, como voluntária. Certo dia adentrou na loja uma certa “senhora bastante obesa”, e de cara a moça pensou que não tinha nada na loja na numeração dela. Se sentiu apreensiva e constrangida naquela situação, vendo a senhora percorrer as araras em busca de algo que a jovem sabia que ela não encontraria. Ficou angustiada, porque não queria que a senhora se sentisse mal pelo tamanho das peças de roupas, se sentindo excluída implícita. Naquele momento a moça orou a Deus e pediu que lhe desse sabedoria para conduzir a situação, evitando que a cliente se sentisse excluída ou humilhada na sua autoestima. Foi quando o esperado aconteceu. A senhora se dirigiu à jovem atendente e disse tristinha:

 -“É… não tem nada grande, não é?”

E a jovem, sem até aquele momento saber o que diria, simplesmente abriu os braços de uma ponta a outra e lhe respondeu:

-“Quem disse??? Claro que tem!! Olha só o tamanho desse abraço!”

E a abraçou com muito carinho. A senhora então se entregou àquele abraço acolhedor e deixou-se tomar pelas lágrimas exclamando:

-“Há quanto tempo que ninguém me dava um abraço.”

E chorando, tal qual uma criança a procura de um colo, lhe disse:

-“Não encontrei o que vim buscar, mas encontrei muito mais do que procurava”.

E naquele momento, através dos braços calorosos daquela jovem, Deus afagou a alma daquela senhora, tão carente de amor e de carinho.

 

Quantas almas não se encontram também tão necessitadas de um simples abraço, de uma palavra de carinho, de um gesto de amor. Será que dentro de nós, se procurarmos no nosso baú, lá nas prateleiras da nossa alma, no estoque do nosso coração, também não acharemos algo “grande” que sirva para alguém?

 

UM ABRAÇO ” TAMANHO GG” PARA VOCÊ.

 

 

(Autor desconhecido)

sugestões de presentes para Chá de Lingerie

E, mais uma vez, estou às voltas com preparativos de Casamento. É tão gostoso mexer essas coisinhas!… Que delícia!

Dessa vez quem vai casar são Tamira & Ítalo -ou melhor, o Itinho!!-, irmão da Andrielle (minha amiga de infância que foi madrinha do meu Casamento e eu fui do dela. rs). Eles me convidaram para ser madrinha junto com meu irmão e obviamente que aceitamos. Meu irmão, eu, Andrielle e Itinho crescemos todos juntos. Fomos vizinhos por alguns anos e isso fez crescer uma grande amizade no meio de nossa família. Amizade que perdura até hoje! Inclusive, meus pais também serão padrinhos desse Casamento.

Como não poderia deixar de ser, madrinha tem a função de ajudar. E desta vez a minha tarefa foi ajudar a organizar o Chá de Lingerie da noivinha de 04 de junho.  Já falei sobre Chá de Lingerie aqui e não vou falar sobre sua função e nem como preparar. O post de hoje vai com dicas de presentes.

mascara-de-dormi-cha-de-lingerie-tapa-olhos-cha-de-lingerie

Esses dias comentei q fui convidada para um Chá de Lingerie e me perguntaram o que se dá num Chá como esse. E, pensando nisso, resolvi pesquisar uma lista de sugestões para o caso de alguém estar sem ideia do que dar. Anota aí!

– calcinhas avulsas (as peças devem variar entre algodão e renda, tudo depende das preferências da noiva)
– camisolas curtas
– camisola longa (de preferência de cetim)
– conjuntos de calcinha e sutiã (as peças podem variar desde os modelos mais clássicos com sedas e rendas nobres, até os mais lúdicos e coloridos, com estampas animais)
– meias-calças (depende muito do gosto de cada noiva, mas uma preta e uma branca são essenciais para apimentar a lua de mel e combinar com um conjunto de calcinha e sutiã)
– sutiãs para o dia-a-dia (modelos básicos que não chamam muito a atenção e não marcam roupas, de preferência nas cores branco, preto e bege)
– chinelo (podem ser chinelos básicos, ou chinelinhos decorados com tecidos e miçangas delicadas)
– pijama de inverno (básico para os dias mais frios)
– espartilhos completos (pelo menos um branco e um preto para deixar a lua de mel mais sensual)
– robes avulsos (um curto e um comprido para usar com as camisolas)
– ligas de perna (uma branca e uma preta para usar com lingeries mais sensuais)
-baby doll (para dias mais quentes e básicos)
– sais de banho, óleos de massagem e brinquedinhos mais apimentados

Tirei essa lista do site [http://www.mundodastribos.com/lista-de-presentes-cha-de-lingerie.html] e achei bacana compartilhar. 

Depois postarei fotos de como foi o Chá de Lingerie da Tamira. ;)

Deus de Surpresas

Deus é maravilhoso, surpreendente!

Em julho, minha amigas de infância e eu combinamos de comer uma pizza juntas neste final de semana (02 de agosto). Mas, na quarta feira, para a minha surpresa, uma delas entrou em contato desmarcando o encontro. As outras murcharam e resolvemos então adiar a pizza. Na hora fiquei virada no samurai: “Como assim?! Depois de mais de 2 anos sem a gente se encontrar todas juntas ela desmarca em cima da hora?!” – pensei chateadíssima. Mas, após a raiva passar, pensei melhor, ajudei a remarcar o encontro e tive um outra ideia para o final de semana. Resolvi com Leandro que iríamos passear em Penedo.

Mas Deus sempre nos surpreende. Havia em encontro de motoqueiros em Penedo e a cidade estava lotada. Não havia lugar para a gente se hospedar. Mais uma vez me chateei e mais uma vez Deus nos surpreendeu. Resolvemos ir para Visconde de Mauá e nos hospedar na Pousada Recanto do Pinheirão. Tudo acertado e, antes do Leandro fazer a transferência para reservar o quarto, descobrimos que o quarto que queríamos havia acabado de ser reservado por outra pessoa. “O que não tem remédio remediado está! Vamos ficar com o último quarto da pousada, então.”

Como disse, Deus sempre nos surpreende. Chegando a Visconde de Mauá fomos apresentados aos nossos aposentos. Que quarto lindo!! O quarto mais lindo, encantador e acolhedor que já ficamos hospedados. Tinha lareira, banheira, água quentinha, sauna, deck, rede na varanda, cama fofinha, café da manhã delicioso… Que final de semana maravilhoso! Foram os 2 dias mais tranquilos e gostosos que já passamos fora de casa.

Voltamos para casa e ontem, antes de dormir, planejei em minha mente o dia de hoje. Coisas simples: vou acordar às 6h45min; prepararei o café da manhã para mim e meu marido lindo; colocarei roupas para lavar; irei ao curso de Inglês; quando voltar, colocarei as roupas no varal; farei nosso almoço…

Mas Deus sempre nos surpreende. Hoje, quando amanheceu, o tempo fechado nem de longe lembrava o sol lindo que estava ontem. Me aborreci. Como lavaria todas as roupas do fim de semana?! Fiquei chateada.

Mas, como já disse anteriormente, Deus sempre nos surpreende. Além de não ter chovido e eu ter conseguido lavar as roupas e deixá-las pegando um ventinho para depois estendê-las dentro de casa mesmo, fiquei pensando no versículo “Do homem são as preparações do coração, mas do SENHOR a resposta da língua.” (Provérbios 16:1)

Já pensou se tivesse encontrado minhas amigas para a pizza? Com certeza seria uma noite agradável, mas não era o que Deus havia reservado para mim e Leandro. Precisávamos daquele final de semana de folga, precisávamos da tranquilidade de Visconde de Mauá e não do encontro do motoqueiros de Penedo. E se tivéssemos ficado com o primeiro quarto aproveitaríamos o lugar, mas Deus havia reservado, literalmente, o melhor quarto da pousada para nós. Aprendi que tenho que aproveitar as surpresas que Deus nos faz em vez de, de cara, ficar chateada. Tenho que aprender a largar o controle nas mãos dEle e deixá-lo governar minha vida, pois Ele sempre tem o melhor para mim e minha família.

Quando você pensa que tem tudo sob controle, Ele vem e te mostra quem é o Dono de tudo, inclusive do desfecho de nossos planos (por mais simples que eles sejam). Deixe Deus te fazer uma surpresa. Ainda hoje!!

17 de fevereiro

Este é um dia especial para nós desde 2008

Quando nos conhecemos, em 25 de agosto de 2007, de cara, antes mesmo de sermos apresentados, eu disse “É ele!! É com ele que vou casar!”. Riram de mim, não acreditando em minha tão espontânea fé. Mas eu acreditei. Deus acreditou. E foi Deus quem nos uniu.
Começamos a orar e, passado o prazo dos 12 encontros e 1/2 (sim, 1/2 encontro!! rs), Deus nos honrou e respondeu confirmando que nosso amor é de Sua vontade.
17 de fevereiro de 2008 foi o dia do 1/2 encontro que faltava para fechar nosso período de oração e esse dia aconteceu cheio de expectativas de nossa parte e de nossos familiares.
Depois de um almoço em família, no intervalo de um Flamengo x Botafogo, quando já estava na hora de nos despedirmos, Leandro pediu a palavra e começou a dizer o que tanto esperei ouvir. Em tom quase que solene me perguntou se eu queria ser sua namorada. Minha vontade era dizer “claro que quero!”, pular ou fazer qualquer coisa mais efusiva do que o “quero” tímido que respondi mas, incrivelmente, naquele momento tão especial me faltou o ar e, com ele, as palavras. Ele perguntou aos meus pais se permitiam e abençoavam nosso namoro e, tanto meus pais quanto os dele, responderam que sim. Oramos entregando a Deus nosso namoro pela primeira vez. E também foi nesse momento que ele me chamou de “namorada” pela primeira vez.
E chegou a hora da primeira despedida dos novos namorados. Enquanto seu pai foi manobrar o carro, nos despedíamos no portão. Foi aí que ele me deu um beijo na testa, depois respeitosamente beijou meus lábios e declarou: “Esse é o primeiro dos muitos beijos que vou te dar.” E há 6 lindos anos ele cumpre fielmente essa promessa. ♥

São 6 anos de namoro, companheirismo, amizade, alegria, felicidade, cumplicidade, fidelidade… de amor! Faz 6 anos que sou uma pessoa mais feliz, mais tranquila, mais amada. Esses tem sido os 6 anos mais plenos de minha vida. E a culpa, se assim posso dizer, é tua, LEANDRO SANTOS NOGUEIRA.
Obrigada por tudo o que vc é para mim!

Esses são nossos primeiros 6 anos de namoro e, como já disse outras vezes, daqui para mais de 6, 12, 18 (…) décadas quero ver todos os dias aquele sorriso lindo, que tanto me chamou atenção e me conquistou. Quero que ele seja a última que verei antes de dormir e a primeira coisa que verei ao acordar. Para sempre. ♥

NEOQSEAV.
Sua esposa, sua eterna namorada
Vanessa Vasconcellos Imenes de Oliveira Nogueira

 

N♥sso♥ Am♥r é Lind♥

Ouvindo o rádio, me surpreendi acompanhando emocionada a música “Nosso Amor é Lindo” (do Voices) e passou um pequeno filme em minha cabeça…

Lembrei de nossos tempos de oração e de namoro quando eu sonhava, ainda um pouco insegura, com a hora do nosso SIM.
Lembrei dos tempos de SENAI quando te esperava ansiosamente na estação Maracanã para ver seu sorriso.
Lembrei dos sufocos para entrar no trem lotado só para irmos juntinhos até Campo Grande.
Lembrei do nosso primeiro Dia dos Namorados juntos que, na hora de ir embora, vc me disse “eu te amo” pela primeira vez e, quando o ônibus saiu, chorei de alegria.
Lembrei de uma certa quinta feira de janeiro de 2010 quando vc me ligou falando de um apartamento que sua irmã viu e, de forma meio confusa, me convenceu a entrar “no esquema”. E, no sábado, me levou para ver o tal ap e explicou que estava interessado em comprá-lo para morarmos. Foi um “quase pedido de Casamento”, mas foi o meu primeiro SIM para vc.

E agora estamos aqui: 1 ano, 6 meses e 24 dias depois do SIM mais importante de nossas vidas no nosso Grande Dia, o nosso 07 de julho, o primeiro dia do restante de nossas vidas.

Vc me surpreende e me conquista mais a cada dia. TE AMO mais do que naquele 17 de fevereiro de 2008, mais ainda do que em 17 de fevereiro de 2011 e muito mais do que em 07 de julho de 2012.

Leandro, agradeço a Deus por tua vida na minha. Sou muuuuuuiiito feliz ao teu lado. Não me canso de dizer: vc é o meu presente! Te direi SIM quantas vezes forem necessárias (e as que não forem também), pois vc é o melhor de Deus para mim.
Marido, receba essa canção como se fosse minha:

“Nosso amor é lindo.É lindo quando vejo você chegar
Com esse jeito de sorrir, de olhar, de falar
Nosso amor é lindo
É lindo quando você vem me dizer
Que haja o que houver
O amor tem poder pra vencer

Você é infinitamente mais,
Do que um dia eu pedi pra Deus.
Eu vou viver o resto dos meus dias, ao lado teu.
A nossa casa tem que ser,
Um pedacinho lá do céu.
Na alegria ou na dor eu serei fiel.

E mais uma vez eu digo ‘sim’
E mais uma vez me rendo a esse amor,
A esse olhar, a esse sorriso.
E mais uma vez eu digo ‘sim’
E mais uma vez eu nego a solidão,
De um coração que não tem abrigo.
Porque o nosso amor é lindo.
Porque nosso amor é tão lindo.
Nosso amor é tão lindo…”

NEOQSEAV
Sua Vanessa.

E o povo continua pastando…

Lendo II Crônicas 36.5-21, fiquei meditando no quanto Israel padeceu por conta de seus maus governantes, por causa das más escolhas que seus reis fizeram. Pensei: atualmente não é diferente!! Lendo sobre os reinados de Jeoaquim, de Joaquim e de Zedequias, vi o quanto eles fizeram “o que era mau perante o Senhor” e comparei o momento ruim que temos vivido em nosso país, especialmente em nosso estado (o Rio de Janeiro).

Lembro da campanha de nossa presidenta, dela dizendo que era um absurdo privatizar empresas federais. E o que vemos agora? Nosso pré-sal está sendo leiloado e um consórcio será responsável por nossa riqueza. Tô achando que privatização mudou de nome…

E os royalties do petróleo, aqui do Rio? Era um tal de “veta Dilma” pra lá, “veta Dilma” pra cá e, quando todos estavam certos de que a presidenta ficaria a nosso favor, ela nos deixou perder parte dos royalties.

O Maracanã, reformado para a Copa do Mundo com o dinheiro dos nossos impostos, também foi privatizado. Ou melhor, um consórcio o administra, agora. Quando vamos ao estádio, nem podemos mais gritar “o Maraca é nosso, ah-ha, uh-hu!” por que não é! É do Eike Batista e de seus amiguinhos. Isso sem contar os outros estádios e os vários aeroportos que estão sendo reformados para a Copa país a fora.

Quando entrei em greve, há quase 80 dias, eu entrei para lutar por uma Educação melhor, de qualidade, decente ao menos. Mas, como o povo de Israel, estou padecendo por conta de meus governantes. No caso, em especial, por causa do governador do estado do RJ e de seus “paus mandados”.

No primeiro post que fiz sobre a greve expliquei as razões de ter aderido ao movimento. Falei sobre Wilson Risolia (Economista que está como Secretário de Educação do RJ); das salas de aula cheias, apertadas e abafadas; do aluguel dos aparelhos de ar condicionado… Na ocasião, escrevi “(…) é por essas e outras razões que estou em greve. Por melhores salários, melhores condições de trabalho, pelo fim da meritocracia, pelo fim da certificação. Gostaria, muito, que nossa paralisação surtisse efeito rápido, para que nossos alunos não fossem mais prejudicados do que já são por esse sistema miserável. Mas nem negociar essa corja quer! Estou em greve há um mês e só saio dela quando recebermos ganhos reais. Cansei de esmola, Senhor Governador!! Cansei de papo furado, Senhor Secretário!! Quero ação!! (…)”. E permaneci paralisada até ontem, 24 de outubro, quando houve assembleia da Rede Estadual, e a greve foi suspensa.

Se quer negociar com os professores o Estado aceitava. Quando, de repente, um Ministro do Superior Tribunal Federal, Luis Fux, convocou os representantes do SEPE (nosso Sindicato) e os representantes do Governo (no caso, o Sérgio Cabral, mas quem compareceu foi o Risolia) para uma audiência de conciliação. No meu entender, o SEPE deveria levar nossas reivindicações ao STF e lutar para conquistar algo pela categoria no dia 22 de outubro. Pensei que fosse ganhar de aniversário alguma das coisas pelas quais lutei, mas o SEPE não me representou e me presenteou com a amargura da decepção no dia em que completei mais uma primavera.

Tudo o que recebemos foi a garantia de que nosso ponto não seria cortado (o que, aliás, já era nosso direito!!). O sindicato foi à Brasília passear e tirar as multas dele e, em troca, nos “vendeu” prometendo a reposição das aulas. Eles têm licença sindical e não terão que fazer reposição em janeiro então, para eles, tanto faz! Aí, me vem a coordenadora geral do SEPE dizer em rede nacional que isso é vitória!… Tá de brincadeira, né?! Só se for vitória para eles, do sindicato, que não teriam mais que pagar multa pelos dias de greve.

A greve da Rede Estadual foi suspensa. Não recebemos NADA! Fiquei em greve por mais de 2 meses à toa! Estou voltando para a sala de aula mais vazia do que saí!

Estou decepcionada! Me sentindo desamparada. Sindicato vendido!

Como olharei nos olhos dos meus alunos? Com que moral voltarei às salas de aula? Direi a eles que lutei em vão? Que eles ficaram sem aulas por mais de 2 meses para eu voltar ao colégio dizendo que nada conquistei? Que nossos representantes querem mais é nos ver pelas costas? Que só pensam do deles e o povo “que se lasque”?

Direi a eles que tirei umas férias extras de 2 meses, como disseram uns pelegos por aí? Como explicarei para eles que confiei num Sindicatozinho que se vendeu? Bando de Judas!! Devem ter nos vendido por qualquer miséria, ainda!

Como diz na Palavra, “maldito o homem que confia no homem” (Jeremias 17.5a) e “enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?” (Jeremias 17.9). Nos deixamos levar pela emoção e depositamos nossa total confiança no SEPE e eles nos traíram! Estamos padecendo por confiar, de maneira cega, nessa gente.

O povo de Israel sofria as consequências de seus reis insensatos, mas estes reis eram impostos a eles. Sabemos que o trono é uma herança, logo, o povo não tinha autonomia para decidir quem governaria sobre eles. Mas nós, brasileiros, temos o que chamamos de DEMOCRACIA, do poder do povo e para o povo. Podemos escolher e eleger quem nos representa para governar sobre nós. Então, se estamos padecendo, diferentemente do povo de Israel, É POR NOSSA CULPA, que escolhemos mal nossos políticos! Acorda, povo!!