esperar, esperar…

“Quando fazemos um bolo, temos que esperar o tempo de assar. Se ficarmos abrindo a tampa do forno, vai desandar (ficará solado). Se soubermos esperar direitinho, no tempo certo, saborearemos um delicioso bolo! Tem que saber esperar.”

bolo

Depoimento :: minha história de amor

Estava mexendo no site do nosso casamento e, lendo os textos da página “Sobre o Casal”, lembrei que nunca compartilhei com vocês uma das histórias mais lindas que aconteceu comigo. Então resolvi colocar o texto aqui também, já que serve como testemunho da minha vida e como inspiração e apoio para aqueles que esperam em Deus.

 

Minha história de Amr

Depois de ter passado por poucas e boas na vida sentimental (ou muitas e ruins? rs), resolvi parar e dar um tempo:
“Não vou ficar com mais ninguém! Chega!!” – prometi a Deus e a mim mesma.

Foi nessa época que chegou o convite para os 50 anos da Virgínia, colega de trabalho da minha mãe. A festa foi no dia 25 de agosto de 2007. Foi nesse dia que tudo começou…

Ao chegar na festa, vi que só tinha a galera do trabalho da minha mãe, nenhum conhecido meu e nenhum jovem para conversar (que desespero!! rs).

Lá pelas 20:30 comecei a tentativa de convencer minha mãe a ir embora, mas em vão.

Apareceu uma senhora com sua filha gestante (aliás, havíamos sido convidadas para o Chá de Bebê dela) e ficamos conversando um tempo com elas. Mas assim que as duas saíram de nossa mesa, voltei à minha missão de tentar ir embora, mas falhei de novo.

A aniversariante veio até nós, tiramos fotos com ela e depois disso tentei mais uma vez fugir dali e finalmente convenci minha mãe. Combinamos que esperaríamos mais 20, 30 minutinhos e iríamos embora.

Quando aquela festa já tinha “dado o que teria que dar” para mim e estava quase terminando aqueles 30 minutinhos do combinado, lá pelas 21:40 +ou-, Deus mostrou que eu estava enganada: me fez olhar na direção do portão e alguém que estava entrando por ele me chamou atenção.
- Mãe, quem é aquele rapaz?
- É o filho da Dalva, irmão da grávida.
- Que sorriso lindo! Ele tem covinhas! Mãe, é ele!!
- Deixa de ser boba, menina! Um rapaz cristão chegando a essa hora na festa deve ser porque a namorada dele não ganhou convite e ele foi deixá-la em casa para vir pra cá encontrar a família.
- Não, mãe!! Ele tá chegando a essa hora porque estava no culto jovem. Ele esperou o culto acabar para vir pra festa.

Mas os 30 minutinhos haviam acabado e não ganhei prorrogação.

Antes de ir embora, passamos pela mesa daquela família e então fomos apresentados:
- Essa é a Vanessa. E esse é o Leandro.

Pronto. Sabia o nome dele. Mas o tempo já tinha acabado. Minha família e eu fomos embora.

Me encantei pelo sorriso do rapaz… o engraçado é que aquele sorriso nem era pra mim! Foi direcionado a não sei quem, mas me atraiu!! Mesmo sem conhecê-lo tive a certeza de que “…é ele!!”. Que o dono do sorriso mais lindo daquela festa (e agora sei que do mundo todo! hehe) era quem eu procurava.

Tinha que saber mais sobre ele! E encarreguei minha mãe de descobrir. Um dia recebi o seguinte sms da mamãe: “Solteiro, aguardando uma varoa preparada por Deus, envolvidíssimo na Obra e vai estar no chá de bebê da irmã. Bom dia!”
Respondi: SOU EU!!

O dia do Chá de Bebê da irmã dele chegou. Carreguei minha mãe para lá. Mais uma vez não conhecia ninguém, mas estava lá, firme e forte sem vontade alguma de ir embora.
O tempo foi passando e nada de conversa, só brincadeira do Chá de Bebê, e ele mesmo, estava ocupado e não podia participar das brincadeiras. Já estava ficando desanimada. Até que ele se abaixou ao meu lado e disse:
- Nem conversamos, né? Agora tenho que ir para a Igreja. Vai ter uma confraternização antes do culto. Quer ir comigo?
Me fiz de difícil, perguntei à minha mãe se poderia ir e onde fica a Igreja. A Igreja que ele congrega é na rua do meu avô! Só Deus pra fazer algo assim tão perfeito!!

Participamos da confraternização, cultuamos ao Senhor juntos e depois daquele culto jovem ele foi me levar na casa do meu avô, onde meus pais me esperavam.
No portão, trocamos telefone. Só. Mas, a partir daí, já tínhamos o contato um do outro. E tudo ficou mais fácil.

Fomos à BIENAL do Livro, ao cinema, ele veio à minha casa almoçar… mas tudo como bons amigos.
Até que nesse dia do almoço, ele falou mais sério: disse que deveríamos orar para saber se eu era a mulher de Deus para ele e se ele era o homem de Deus para mim (não sabia ele que eu já estava orando desde que saí da festa! rs).
Um dia, depois de mais uma sessão de cinema, resolvemos estabelecer um “prazo” para o nosso período de oração:
- 10 ou 15? – ele perguntou
- 12 e 1/12! Que fica bem no meio do 10 e do 15.
- Então tá! Nos encontraremos 12 vezes e 1/2!
- Como assim, 1/2??!! Como será isso?
- A gente se encontra 12 vezes. O 1/2 a gente resolve depois.
Estava combinado. Entre orações e 12 encontros, nos conheceríamos pra ver se Deus aprovava nosso namoro.

A partir daí, o sentimento foi crescendo… as perguntas foram aparecendo (tá namorando??)… as pessoas foram torcendo… e Deus foi me moldando para merecer o rapaz das covinhas tão dedicado à Sua Casa.

Então, no 12º encontro, depois de um “SIM” do Senhor, conversamos e resolvemos o que fazer no 1/2 encontro que restava. Leandro decidiu me pedir em namoro aos meus pais.

No dia 17 de fevereiro de 2008, depois de um almoço em família, oramos todos juntos e oficializamos o namoro. Pela primeira vez ele me chamou de “namorada”.
Quando fui levá-lo ao portão, ele me deu um beijo na testa e depois me beijou respeitosamente e declarou:
- Esse é o primeiro dos muitos beijos que vou te dar.
E não é que ele tem cumprido fielmente essa promessa??

 

Já faz 3 anos desde a festa da Virgínia. Faz 3 anos que Deus me abençoou colocando o Leandro na minha vida.
E daqui para mais de 3 décadas quero ver aquele sorriso lindo, que tanto me chamou atenção, todos os dias. Quero que seja a última que verei antes de dormir e a primeira coisa que verei ao acordar.
Para sempre.

____________________

Esperar em Deus é o melhor! E não é só uma frase de efeito, uma frase pronta para dar um “sossega!” na juventude. É a mais pura verdade.

Enquanto eu vivia na minha ansiedade só tinha relacionamentos vazios, passageiros e futeis. Quando resolvi verdadeiramente esperar o tempo de Deus e descansar em Seus braços, Ele me abençoou e atendeu ao meu clamor (morria de medo de “ficar para titia”. rs). Já não estava mais meditando no Salmo 40, já estava usando o Salmo 70 havia muito tempo! Depois que resolvi deixar Deus agir, Ele tomou conta do meu coração, abençoou meu relacionamento e hoje, para a glória de Deus, vivemos um namoro consagrado ao Senhor e estamos nos preparando para casar. Aleluia!

O macete da vida cristã é esse: descansar em Deus. Deixar que Ele faça por você. Quando você deixar o Senhor tomar conta da sua vida por completo, você verá o quão mais feliz será.

Espere em Deus e seja feliz! :)

Sobre o tempo…

Esses dias estava pensando sobre o tempo… As pessoas não sabem esperar o tempo certo para suas próprias vidas e muito menos para a vida alheia!

Quando somos adolescentes e começa a fase de namorar, se as pessoas te encontram sozinho, logo perguntam “cadê o(a) namorado(a)?”. Até que um dia você encontra sua metade, aí desistem de perguntar o cadê e passam a perguntar o quando: “quando vão ficar noivos?”. Vocês ficam noivos, aí o quando muda um pouquinho: “quando vão casar?”. Se os noivos se casam, um mês depois já começam a perguntar “e os filhos, vêm quando?” e se um filho nasce, depois perguntam quando terão outro e depois do segundo ou terceiro filho começam a perguntar “quem vai fazer a laqueadura, o marido ou a esposa?”.

Em Eclesiastes 3.1-8 está escrito: “Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu: há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; tempo de matar e tempo de curar; tempo de derribar e tempo de edificar; tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de saltar; tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de deitar fora; tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz.” O próprio DEUS nos determinou tempo para todas as coisas, então porque ninguém não se contenta em esperar o tempo de DEUS?!

Esperar em DEUS é o melhor!!!!

  • Espere que DEUS te dará um(a) namorado(a) segundo o Seu coração;
  • Espere que DEUS lhe capacitará para o chamado que Ele mesmo te fez;
  • Espere que DEUS lhe dará um trabalho digno;
  • Espere que DEUS tem o melhor Dele para a tua vida!!

“Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos? ou Que beberemos? ou: Com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram.) Decerto, vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; mas buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” (Mateus 6.31-34)

Se preocupe em agradar a DEUS. Ele sabe o que você precisa e quando precisará!