Sobre o amor

Domingo passado, na Igreja onde minha mãe congrega, o culto foi dirigido pelo grupo de senhoras da congregação e as participações especiais não poderiam deixar de ser das mulheres da Igreja. Minha mãe solou um louvor (o que a deixa muito tensa), meu irmão gravou e enviou para o grupo que temos no WhatsApp.

2017-05-22-11-34-46Meu pai gosta muito da cantora Rose Nascimento mas, mais do que da Rose, papai gosta mesmo é de ver mamãe louvar.

2017-05-22-11-35-38Para mim, Casamento é isso! Parece bobagem, mas não é. Meus pais têm 35 anos de união (Bodas de Coral!!) e durante esses anos, eles passaram por muitos altos e baixos, muitas lutas e dificuldades, mas conquistaram muitas coisas e muitas vitórias também. E eles só conseguiram manter o Casamento graças ao apoio e suporte que um sempre deu ao outro.

Papai se declarar fã de mamãe é só mais uma forma de apoio. No início dos anos 80 minha mãe apoiava meu pai para que ele estudasse para o concurso do Corpo de Bombeiros e não é que ele passou e fez carreira? Nos anos 90, quando já estávamos crescidinhos, mamãe quis trabalhar e quem deu apoio para ela se preparar para os concursos? Isso mesmo: meu pai. Quando papai resolveu retomar os estudos e terminar o Ensino Médio mamãe o apoiou totalmente. Quando mamãe optou por fazer uma cirurgia super delicada, quem a apoiou na decisão, no pré e pós operatório foi papai. E esses são apenas alguns exemplos de forma de amor que eles nos dão diariamente.

Silvana & Sérgio, meus pais

Casamento não é só expressão física de amor, é amar todos os dias um pouquinho, com demonstrações de afeto, com apoio, com sobremesa favorita, com chocolate no travesseiro, com louça lavada, com sussurro, com presente caro, com lembrancinha, com bilhete, com sms…

Uma flor é cuidada todos os dias. Todo dia você deve regar um pouquinho. Se, de repente, você jogar um balde d’água, ela vai morrer afogada. Da mesma forma, se deixar de regar, ela vai secar e morrer. O amor é assim: deve ser cuidado, regado diariamente.

Seja o fã nº 1 de seu cônjuge. Seja o apoio que ele precisa. Seja a grata surpresa do dia. Seja seu o admirador nada secreto.

AME E NÃO TENHA VERGONHA DE DEMONSTRAR.

Vida de Adoração

O que seria uma vida de adoração? Quando se diz isso, as pessoas já imaginam um monte de gente dentro da Igreja todos os dias. Mas adorar a Deus é mais que isso. Beeeem mais.

Certa vez ouvi uma definição de adoração que achei maravilhosa: “adorar a Deus é fazê-Lo sorrir”. De vez em quando me pego pensando se tenho feito Deus sorrir com minhas atitudes. E não é só com atitudes dentro da Igreja ou no meio dos meus irmãos. É EM TODO O TEMPO.

Uma forma de adorar a Deus é dando bom testemunho no meio onde você vive, sabe? Desde as coisas mais simples (como devolver os centavos que vieram a mais no troco), às mais complexas (não levar aquela bike bonitona só porque ela está no bicicletário sem cadeado). Como cristãos, devemos sempre fazer as coisas certas -mesmo que mais ninguém as faça- e não fazer coisas erradas -mesmo que todo mundo faça.

Sim, é chatinho e não é fácil ser o certinho o tempo todo. Mas é a forma que Deus quer que vivamos nossas vidas: dando o exemplo.

Esses dias, conversando com Leandro, falamos sobre o comportamento de alguns alunos meus. Os adolescentes, de modo geral, não largam seus smartphones de jeito nenhum, nem durante as aulas. O professor está explicando o conteúdo e eles continuam com seus fones nos ouvidos prestando atenção em seus aparelhos. Se você é cristão e faz isso, além de falta de respeito com o profissional que está à sua frente, é mau exemplo para os ímpios que te cercam. Como cristãos, precisamos abrir mão de nossos smartphones não só durante os cultos mas também no decorrer das aulas no Colégio.

O bom testemunho é dado nos pequenos detalhes de nossa vida diária. O amigo não crente observa e percebe que VOCÊ age de forma diferente, até que ele percebe que essa diferença é a vida de adoração que você realmente vive.

Metaforicamente: você e o relacionamento com seu celular têm dado um bom testemunho de vida? O Senhor Jesus só está pedindo que você abra mão um pouquinho do seu smartphone, não está pedindo pra você abrir mão de sua vida. Não, ainda.