Cristãos na Seleção Brasileira

Éééé, galera!! Hoje tem mais um jogo da nossa Seleção na Copa 2010! Esses dias estava observando… nossa Seleção tem vários jogadores cristãos. Ouvi um glória a Deus? 🙂 Inclusive, li alguns artigos na internet dizendo que, na concentração,  eles frequentemente fazem cultos dirigidos pelo auxiliar técnico Jorginho (que, aliás, é presidente da organização Atletas de Cristo).

Nossos ‘representantes’ nesta Copa são: 

 
                                  
                               O auxiliar técnico Jorginho     
 
        
O zagueiro e capitão Lúcio                      O meio campo Kaká
 
              
Luis Fabiano, que é atacante               Felipe Melo, meio campo
 
                
   O meio campo Kleberson                Gomes, nosso goleiro reserva

 

Peço para que orem por esse grupo de cristãos em nossa Seleção. Não para que eles consigam o tão desejado Hexa (que, se conquistarem, me deixarão muito feliz!! rs), mas para que eles continuem dando testemunho de Cristo para o mundo inteiro.

 

Ubabalo eAfrica!

Você sabe o que essa frase significa? “A Graça de Deus para África!” E nossos jogadores, além de terem sido selecionados para representar o Brasil, também foram escalados para levar essa Graça de Deus aos povos africanos. Oremos por eles, gente! Eles precisam de nosso ‘suporte’ para conseguirem atingir esse objetivo!

 

 Graça e Paz! E… Ubabalo eÁfrica!!

Atletas de Cristo

Hoje, durante o amistoso da Seleção Brasileira contra a Estônia,  lembrei do dia 28 de junho desse ano, quando a Seleção venceu sua terceira Copa das Confederações.Premiação da Seleção

Lúcio, o capitão da Seleção, estava passando por momentos difíceis em sua vida pessoal e profissional: antes de ser escalado para a Copa, ele havia sido dispensado do clube alemão Bayern de Munique e ainda não sabia como seria o seu futuro no mundo do futebol.

Na final, contra os Estados Unidos, o zagueiro estava tão inspirado que armou ataques, deu passes e marcou o gol da vitória da Seleção. Após o jogo,  Lúcio, que vestiu uma camisa branca com a frase “I love Jesus”, não escondeu a emoção e se rendeu às lágrimas. Em entrevista às redes de TV, o herói do jogo agradeceu o apoio que sua esposa lhe deu nesse momento tão difícil e glorificou o nome do Senhor pela vitória. Li eLúcio: "obrigado, meu pai! Foi pra você!"m um site que Lúcio dedicou a vitória a sua esposa, porém essa informação não está tão certa assim… Ele agradeceu à esposa sim, mas também a Deus: “O gol foi para Deus, que me dá muita força. Tenho enfrentado muitas dificuldades, passo horas no quarto sozinho. Só tenho que agradecer a Deus, estou muito feliz. Tive uma temporada difícil e recebi uma má notícia do meu clube. A Dione, minha esposa também me apoiou muito e agradeço muito a ela” – disse  em entrevista à Rede Globo quando perguntado se o gol foi para seu pai, por ter dito “obrigado, meu pai! Foi pra você!” durante a comemoração do gol que marcou.

Kaká pertence a Jesus

O destaque desse artigo não vai só para Lúcio por seu maravilhoso desempenho na Copa mas também para Kaká, Luis Fabiano, Gilberto Silva e todos os outros atletas cristãos que vestiram a camisa de Jesus e a exibiram em rede internacional! Glória a Deus pela vida desses craques!! Fiquei emocionada por eles não terem vergonha de anunciar o Evangelho de Cristo!

Antes da entrega dos troféus e medalhas, os jogadores fizeram um círculo no gramado para agradecer a Deus com uma oração. A FIFA condenou a ação de nossos craques, alegando que não se deve misturar futebol com religião e proibiu os atletas de orarem em campo novamente. Peço a Deus que essa condenação não resulte em punição, pois nossos atletas-irmãos estão sendo usados como canal para a evangelização de milhares de pessoas, já que o futebol é uma paixão compartilhada por quase todos os países do mundo.

Jogadores agradecem a Deus

Fico pensando… e nós?

O que temos feito para anunciar o Evangelho? Temos vestido a camisa de Cristo ou ficamos escondidinhos com a nossa crença? Temos cumprido o “Ide de Jesus”?


“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” (Marcos 16.15)