esperar, esperar…

“Quando fazemos um bolo, temos que esperar o tempo de assar. Se ficarmos abrindo a tampa do forno, vai desandar (ficará solado). Se soubermos esperar direitinho, no tempo certo, saborearemos um delicioso bolo! Tem que saber esperar.”

bolo

Tamanho GG

Abstract stamp or label with the text Big Size written insideUma moça trabalhava em um brechó de um hospital, como voluntária. Certo dia adentrou na loja uma certa “senhora bastante obesa”, e de cara a moça pensou que não tinha nada na loja na numeração dela. Se sentiu apreensiva e constrangida naquela situação, vendo a senhora percorrer as araras em busca de algo que a jovem sabia que ela não encontraria. Ficou angustiada, porque não queria que a senhora se sentisse mal pelo tamanho das peças de roupas, se sentindo excluída implícita. Naquele momento a moça orou a Deus e pediu que lhe desse sabedoria para conduzir a situação, evitando que a cliente se sentisse excluída ou humilhada na sua autoestima. Foi quando o esperado aconteceu. A senhora se dirigiu à jovem atendente e disse tristinha:

 -“Ʌ não tem nada grande, não é?”

E a jovem, sem até aquele momento saber o que diria, simplesmente abriu os braços de uma ponta a outra e lhe respondeu:

-“Quem disse??? Claro que tem!! Olha só o tamanho desse abraço!”

E a abraçou com muito carinho. A senhora então se entregou àquele abraço acolhedor e deixou-se tomar pelas lágrimas exclamando:

-“Há quanto tempo que ninguém me dava um abraço.”

E chorando, tal qual uma criança a procura de um colo, lhe disse:

-“Não encontrei o que vim buscar, mas encontrei muito mais do que procurava”.

E naquele momento, através dos braços calorosos daquela jovem, Deus afagou a alma daquela senhora, tão carente de amor e de carinho.

 

Quantas almas não se encontram também tão necessitadas de um simples abraço, de uma palavra de carinho, de um gesto de amor. Será que dentro de nós, se procurarmos no nosso baú, lá nas prateleiras da nossa alma, no estoque do nosso coração, também não acharemos algo “grande” que sirva para alguém?

 

UM ABRAÇO ” TAMANHO GG” PARA VOCÊ.

 

 

(Autor desconhecido)

17 de fevereiro

Este é um dia especial para nós desde 2008

Quando nos conhecemos, em 25 de agosto de 2007, de cara, antes mesmo de sermos apresentados, eu disse “É ele!! É com ele que vou casar!”. Riram de mim, não acreditando em minha tão espontânea fé. Mas eu acreditei. Deus acreditou. E foi Deus quem nos uniu.
Começamos a orar e, passado o prazo dos 12 encontros e 1/2 (sim, 1/2 encontro!! rs), Deus nos honrou e respondeu confirmando que nosso amor é de Sua vontade.
17 de fevereiro de 2008 foi o dia do 1/2 encontro que faltava para fechar nosso período de oração e esse dia aconteceu cheio de expectativas de nossa parte e de nossos familiares.
Depois de um almoço em família, no intervalo de um Flamengo x Botafogo, quando já estava na hora de nos despedirmos, Leandro pediu a palavra e começou a dizer o que tanto esperei ouvir. Em tom quase que solene me perguntou se eu queria ser sua namorada. Minha vontade era dizer “claro que quero!”, pular ou fazer qualquer coisa mais efusiva do que o “quero” tímido que respondi mas, incrivelmente, naquele momento tão especial me faltou o ar e, com ele, as palavras. Ele perguntou aos meus pais se permitiam e abençoavam nosso namoro e, tanto meus pais quanto os dele, responderam que sim. Oramos entregando a Deus nosso namoro pela primeira vez. E também foi nesse momento que ele me chamou de “namorada” pela primeira vez.
E chegou a hora da primeira despedida dos novos namorados. Enquanto seu pai foi manobrar o carro, nos despedíamos no portão. Foi aí que ele me deu um beijo na testa, depois respeitosamente beijou meus lábios e declarou: “Esse é o primeiro dos muitos beijos que vou te dar.” E há 6 lindos anos ele cumpre fielmente essa promessa. ♥

São 6 anos de namoro, companheirismo, amizade, alegria, felicidade, cumplicidade, fidelidade… de amor! Faz 6 anos que sou uma pessoa mais feliz, mais tranquila, mais amada. Esses tem sido os 6 anos mais plenos de minha vida. E a culpa, se assim posso dizer, é tua, LEANDRO SANTOS NOGUEIRA.
Obrigada por tudo o que vc é para mim!

Esses são nossos primeiros 6 anos de namoro e, como já disse outras vezes, daqui para mais de 6, 12, 18 (…) décadas quero ver todos os dias aquele sorriso lindo, que tanto me chamou atenção e me conquistou. Quero que ele seja a última que verei antes de dormir e a primeira coisa que verei ao acordar. Para sempre. ♥

NEOQSEAV.
Sua esposa, sua eterna namorada
Vanessa Vasconcellos Imenes de Oliveira Nogueira

 

N♥sso♥ Am♥r é Lind♥

Ouvindo o rádio, me surpreendi acompanhando emocionada a música “Nosso Amor é Lindo” (do Voices) e passou um pequeno filme em minha cabeça…

Lembrei de nossos tempos de oração e de namoro quando eu sonhava, ainda um pouco insegura, com a hora do nosso SIM.
Lembrei dos tempos de SENAI quando te esperava ansiosamente na estação Maracanã para ver seu sorriso.
Lembrei dos sufocos para entrar no trem lotado só para irmos juntinhos até Campo Grande.
Lembrei do nosso primeiro Dia dos Namorados juntos que, na hora de ir embora, vc me disse “eu te amo” pela primeira vez e, quando o ônibus saiu, chorei de alegria.
Lembrei de uma certa quinta feira de janeiro de 2010 quando vc me ligou falando de um apartamento que sua irmã viu e, de forma meio confusa, me convenceu a entrar “no esquema”. E, no sábado, me levou para ver o tal ap e explicou que estava interessado em comprá-lo para morarmos. Foi um “quase pedido de Casamento”, mas foi o meu primeiro SIM para vc.

E agora estamos aqui: 1 ano, 6 meses e 24 dias depois do SIM mais importante de nossas vidas no nosso Grande Dia, o nosso 07 de julho, o primeiro dia do restante de nossas vidas.

Vc me surpreende e me conquista mais a cada dia. TE AMO mais do que naquele 17 de fevereiro de 2008, mais ainda do que em 17 de fevereiro de 2011 e muito mais do que em 07 de julho de 2012.

Leandro, agradeço a Deus por tua vida na minha. Sou muuuuuuiiito feliz ao teu lado. Não me canso de dizer: vc é o meu presente! Te direi SIM quantas vezes forem necessárias (e as que não forem também), pois vc é o melhor de Deus para mim.
Marido, receba essa canção como se fosse minha:

“Nosso amor é lindo.É lindo quando vejo você chegar
Com esse jeito de sorrir, de olhar, de falar
Nosso amor é lindo
É lindo quando você vem me dizer
Que haja o que houver
O amor tem poder pra vencer

Você é infinitamente mais,
Do que um dia eu pedi pra Deus.
Eu vou viver o resto dos meus dias, ao lado teu.
A nossa casa tem que ser,
Um pedacinho lá do céu.
Na alegria ou na dor eu serei fiel.

E mais uma vez eu digo ‘sim’
E mais uma vez me rendo a esse amor,
A esse olhar, a esse sorriso.
E mais uma vez eu digo ‘sim’
E mais uma vez eu nego a solidão,
De um coração que não tem abrigo.
Porque o nosso amor é lindo.
Porque nosso amor é tão lindo.
Nosso amor é tão lindo…”

NEOQSEAV ♥
Sua Vanessa.

Intimidade

Intimidade não requer tempo, disponibilidade em agenda. Para ter intimidade é preciso disposição para conversar, abrir o coração, estar junto. Não precisa ser o dia todo, mas é necessário ao menos um pouquinho todo dia. Isso vale para as amizades e, especialmente, para o relacionamento com Deus. 😉

Deus nos prepara

Leandro e eu estamos lendo um livro chamado “Devocional para Casais” (do Pr. Jaime Kemp e sua esposa, Judith Kemp). Em um dos textos, o Pr. Jaime conta que ele era o caçula de 5 irmãos e, além de ser o caçula, era o único homem da filharada. Ele disse que, com isso, Deus o estava preparando para a sua família, depois que ele casasse. Ele tem sua esposa, 2 filhas e 1 cadelinha. Ou seja, mais uma vez ele é o único macho de uma casa com 4 fêmeas.

Fiquei pensando nisso. Quando morava com meus pais, dividia o quarto com meu irmão, Vitor, e ficava imaginando, na hora em que arrumava nosso quarto, o porquê de ter tantos pelos do meu irmão perdidos pelo chão (ele não é cachorro, mas soltava pelos! rs). Outra coisa que me assustava, era que meu irmão falava durante o sono. Às vezes eu acordava no meio da noite achando que ele estava conversando comigo, mas não. Ele estava apenas sonhando.

Casei. E logo nas primeiras vezes que arrumei nossa cama, o que descobri?! Leandro também solta pelos!! Com menos de um mês de casada, ouvi durante a madrugada meu esposo chamando por um cachorro. Hã?! Pois é. Ele às vezes também fala durante o sono.

O que aprendi? Que, por meio de nossa família primária, Deus nos prepara para a nossa futura família.

Com os pelos do meu irmão, Deus estava me preparando para ter um marido com braços e pernas peludos que me aquecem todas as noites ao dormir, antes deles se soltarem de suas pernas e braços e ficarem em nossa cama. Com os “altos papos” do meu irmão durante a madrugada, me acostumei a ouvir vozes durante o sono.

Observando minha mãe chegar do trabalho e ir, mesmo cansada para a cozinha preparar nosso jantar, aprendi que devo ser uma esposa dedicada que alimenta bem e de forma saudável sua família.

Com o jeito brincalhão do meu pai, aprendi a não levar a vida tão à sério mas sem perder o senso de responsabilidade com a minha família.

Tendo um irmão aprendi a dividir. Não só o nosso quarto, mas o tempo e atenção dos meus pais.

Com os carinhos de meus pais aprendi a amar incondicionalmente.

Aprendi tudo o que sei sobre amor, carinho, afeto e respeito com minha família. Agora, peço sabedoria a Deus para compartilhar esses bens preciosos com minha atual família (meu esposo) e as bençãos que Deus nos enviar (nossos filhos).

 

Dica de leitura: Devocional para Casais – reflexões para uma vida a dois
KEMP, Jaime. Devocional para Casais / Jaime e Judith Kemp. – São Paulo, Hagnos, 2002

thanks, God! :)

Hoje, feriado de Corpus Christi, fiquei pensando em muitas coisa boas que Deus fez por mim e por outras pessoas à minha volta. Inclusive, pensei no sacrifício de Cristo na cruz, sacrifício através do qual tenho a vida eterna. Aí comecei a pensar em bençãos que Deus me concedeu especificamente: meu marido lindo, minha família, meus amigos, nosso ap que ainda não está pronto, a casa que alugamos no Rio, o flat que moramos em Mambucaba, nossos bens, meu emprego (sim, reclamo que não sou bem paga mas agradeço a Deus por ele, pois eu sei que foi Deus quem me deu), entre outras…

Quando estava no Ensino Médio Normal, havia uma Lei que todo e qualquer professor deveria ter Curso Superior. Minha intenção sempre foi trabalhar com Educação Infantil, inclusive dizia às minhas amigas que faria a faculdade, mas que trabalharia com os pequenos. Na época em que estava terminando o Normal, me senti direcionada a cursar a faculdade de Educação Física mas, segundo a minha vontade, para fazer um concurso e trabalhar com os miudinhos, juntar dindim e pagar a faculdade que EU queria: Direito. Mas, Deus deixa bem claro em Jeremias 29.11 : “Eu é que sei os planos que tenho para vocês…”. Então, mesmo sem saber, fui cumprir a vontade de Deus e me graduaei em Educação Física. Mais ou menos no início da faculdade a tal da Lei que todos os professores deveriam ter Curso Superior foi revogada e me vi apaixonada pela profissão. Desisti de fazer Direito e resolvi no 5º período tentar concurso para Professor Docente I (professor de 2º segmento do Ensino Fundamental e Ensino Médio), da Rede Estadual de Ensino. Fiz e passei para a glória de Deus. Em 09 de julho de 2009 me formei e no dia seguinte fui assumir meu cargo na Coordenadoria de Educação.

Agora, além da Lei ter sido revogada, os Colégios Estaduais não podem mais oferecer o Ensino Fundamental. As turminhas de Educação Infantil até o 5º ano (antiga 4ª série) agora são responsabilidade das Prefeituras Municipais e o Estado ficou com o 2º segmento do Ensino Fundamental (do 6º ao 9º ano) e o Ensino Médio. Ou seja, tem um monte de “professoras normalistas” na Rede Estadual indo parar em secretaria, virando inspetora de turno, coordenadora de turno, outras estão pedindo demissão e outras, ainda, cursaram faculdade e estão sendo realocadas nos quadros de horário.

A benção na qual fiquei meditando e agradecendo a Deus, é que realmente devemos escolher o que Ele deseja para nós, pois é sempre o melhor. Se eu tivesse teimado em continuar sendo professora normalista só para trabalhar com os pequenininos, provavelmente hoje estaria desempregada. Já que prestei concurso para o Estado que não oferece mais Educação Infantil. Em 2002, quando ingressei no Ensino Médio, se me perguntassem com qual turma eu gostaria de trabalhar, certamente responderia Pré Escola. Hoje, vivendo o que Deus preparou para mim, estou lecionando para turmas de Ensino Médio, tentando influenciar positivamente esta geração.

“As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que O amam.” (I Corintios 2:9)

Nunca me imaginei vivendo tudo isso. De início, não queria ser professora e não gostava de trabalhar com adolescentes. Hoje vejo que foi a melhor escolha que Deus fez para mim.

Aproveite o feriado de Corpus Christi e celebre o corpo de Cristo! Agradeça a Deus por ter mandado seu Filho para morrer na cruz pela humanidade e também reflita sobre tooooodas as outras bênçãos que Deus reservou para você! 🙂