QUATRO OUTRA VEZ – Capítulo XI

Gente, vocês não imaginam a correria que tá aqui por causa do final do bimestre. Mas separei um tempinho para escrever o 11º capítulo e espero que gostem! 🙂

_______________________________

Capítulo XI – Terceiro dia

– Gente, vocês viram aquele primo do Gabriel? – perguntava Lorena ao acordar

– Qual? – Beatriz quis saber

– Ah! Eu sei!! É aquele moreninho né? Eu te vi olhando para ele. – entregou Carolina

– Ele é paraquedista do Exército. – informou Julia

– Qual é o nome dele? – perguntou Lorena

– Renan.

– Ah, ele é lindo! Que filé! Na hora jantar sentei ao lado dele. Como é cheiroso!!Arabesco1– É hoje, Gabriel!! – zoava Fabrício

– É! Me juntei com seus primos ontem depois do jantar e combinei tudo com eles. – informou Marcelo

– O que vai ter?

– Não posso falar. É surpresa.Arabesco1– Preparada para o chá de panela? – perguntou Beatriz

– Mais ou menos… o que estão preparando pra mim?

– Surpresa, miga. – respondeu Lorena

– Gente, tô morrendo de fome. Vamos descer para o café? – perguntou Carolina

– Ah, não quero tomar café agora não… – revelou Lorena

– Porque?

– Ah, Ju… aquele primo do Marcelo fica me olhando o tempo todo. Não consigo comer assim.

– Qual? O Renan?

– Antes fosse, Carol. É aquele chato, sem assunto, que quando fala só diz abobrinha.

– Ah! Eu sei quem é! – alarmou Beatriz

– É o Sandro!

– Esse mesmo, Ju! Ele fica me olhando com aquela cara de empada, me dando as cantadas mais velhas do mundo… ai, que tédio!

– Eu vi ontem. Parecia até aquela poesia: o Sandro que gosta da Lorena; que acha o Renan gatinho; que é primo do Gabriel; que vai casar com a Julia; que é amiga da Carolina; que não ama ninguém.

– Só o Marcelo! – implicou Lorena

– Ah, é! E faltou dizer que a Lolô sempre amou o Fabrício, que é irmão da Ju. – replicou Carolina

– Ah! E…

– Ei, ei, meninas! Chega! – apartou Julia – É melhor descermos para o café.Arabesco1Na mesa do café, aconteceu mais ou menos como a poesia de Carlos Drummond de Andrade que Carolina fez menção, só que quando Lorena percebeu que Sandro iria se sentar ao seu lado, ela disfarçou, levantou-se e sentou entre Bia e Fabrício.

– Ué?! Levantou de lá porque? Não ‘tava do lado do Renan? – perguntou Beatriz

– Pois é. Mas aquele “ser” sentou do outro lado.

– Ele não se toca, né?

– É um chato! Enjoado!

– Quem? – quis saber Fabrício – O Sandro?

– É. – afirmou Beatriz

– Ele é insuportável. Fala em você o tempo todo. É um chato ao quadrado.

E, entre fugir dos olhares de Sandro e paquerar Renan, Lorena tomou seu café da manhã.Arabesco1Com o passar dia, as moças da casa cuidaram da ornamentação do ambiente para o casamento que já é amanhã, e o chá de panela que será logo mais à noite. Os rapazes foram arrumar a garagem para a despedida de solteiro do Gabriel e, de vez em quando, colaboravam com a “a força braçal” para carregar arranjos e outras coisas para as moças.Arabesco1– Já levou “a caixa” lá para a garagem? – perguntou Marcelo ao Fabrício

– Não, tá lá no carro do Rodrigo. Pra que uma caixa daquele tamanho todo?

– É uma surpresinha pro Gabriel.

– Uma surpresona, né? Vou lá buscar.Arabesco1– Quem vem, Carol?

– Ah, Ju… é só o pessoal que já tá aqui mesmo, mas te garanto que vai ser legal.

– Não terão muitos presentes, mas o que vale é a diversão, né Bia?

– Com certeza, Lolô.

– Tô doida pra noite chegar!Arabesco1– Já chamei a mina, Gabriel. – revelou Marcelo

– Ué?! A Julia vem?

– Não né, cabeção! A “outra” mina!…

– Pô, Gabriel! Qual é?! Tu acha que eu iria chamar a minha irmã para a nossa festinha?

– Ah, pensei. Sei lá… Bem, galera, vou subir e arrumar umas paradas lá em cima. Até daqui a pouco.

– Valeu, Gabriel. A noite é nossa.

– É nóis.Arabesco1E assim, entre um preparativo e outro, chegou a tão esperada noite deles e delas.

– Vamos, Lolô?

– Já vou, Carol. Só vou tomar uma água e já subo.

– Vem logo. As meninas já estão lá em cima. Só faltam você e a Ju.

– Pode levar ela pra lá! Eu já vou.

– Oi, Lorena.

– Ah, oi, Sandro!…

– Tomando uma aguinha, é?

– É… bom, já  vou subir. As meninas estão me esperando. Tchau!

– Quem tá te esperando sou eu. Desde o primeiro dia.

– ‘que isso, menino?! Me solta!

– Qual é, gata?!

– Ah, sai! Tenebroso!

Lorena sai correndo pela porta dos fundos, encontra uma caixa e se esconde nela.

_______________________________

E a noite só tá começando…

DIY :: buquê de jujubas

curly_final_diy_bannerAinda na vibe do DIY (“do it yourself”, que traduzido do Inglês  quer dizer “faça você mesmo”), lembrei que recentemente fiz o buquê da daminha de honra do Casamento de Tamira & Italo, aquele que fui madrinha com meu irmão, lembram?

Buquê de marshmallows que fiz para minha amiga Cris

Buquê de marshmallows que fiz para a Cris

Como fiz o buquê de pirulitos para as daminhas do meu Casamento, resolvi dar de presente o buquê da daminha da Tamira, mas iria fazer de marshmallows (como já havia feito para minha amiga Cris decorar o Chá de Revelação dela). No entanto, a noiva encontrou um de pirulitos vermelhos na Internet e me deu a missão de reproduzi-lo.

Não ficou tãããão feio, mas era muito diferente do que havia imaginado. Não conseguia de jeito nenhum deixar o buquê fofo como a ocasião merecia. O peso dos pirulitos quebravam a bolinha de isopor, soltavam… resolvi prendendo com argila, mas ele ficou muito pesado! Coitada da daminha!

Apresentação1

Entreguei o buquê para a Tamira com um aperto no coração!… Ela dizendo que estava lindo e eu só pensando na pobre daminha carregando aquele trambolho pesado durante a cerimônia. O pior é que eu nem sabia o tamanho do corredor que a bichinha teria que atravessar. E se fosse muito comprido, como na Igreja que casei? Aí que me dava mais dó ainda!

13288860_856807684448989_1162752693_nFaltando pouco menos de 2 semanas para o Grande Dia passei por uma loja de doces e vi umas jujubas lindas, vermelhinhas e açucaradas à venda. Não me aguentei!! Comprei alguns pacotes e levei pra casa! Estava decidida de que faria um novo buquê com aquelas pequenas delícias e, se ficasse bom, trocaria aquele mini halter por um buquê mais fofo como pedia a ocasião.

E assim o fiz! 🙂

O primeiro passo foi usar algo para ser a base do buquê. Juntei uns 10 palitos de churrasco, os cortei ao meio, colei e os envolvi com fitas de cetim branca e vermelha. Furei uma bolinha de isopor, prendi esses palitos e em volta deles coloquei tule, para dar aquele ar de buquê de noiva.

Depois cortei alguns palitos de dente pela metade e fui espetando nas jujubas (como as jujubas são leves, não precisam de um palito inteiro e o fato do palito estar pela metade facilita na hora de colocar na bolinha de isopor).

Coloque as jujubas num palito de dente e vai espetando na bolinha de isopor

Coloquei as jujubas na bolinha de isopor

E fui prendendo seguindo o sentido da circunferência até cobrir o isopor por completo.

Prontinho! :)

Prontinho! 🙂

Foi até mais rápido e fácil de fazer do que o buquê de pirulitos! E o melhor [1]: ficou com “peso” que a daminha pôde suportar para carregar na cerimônia. E melhor [2]: as crianças adoraram devorar as jujubas após o sim no altar.

 

❤

 

E se alguém, lá no início do post, ficou curioso para saber como foi o buquê de pirulito das minhas daminhas, aí está minha priminha Raíssa com o dela. 😉

599399_213383928791371_1003906886_n

 

 

 

 

 

 

 

sugestões de presentes para Chá de Lingerie

E, mais uma vez, estou às voltas com preparativos de Casamento. É tão gostoso mexer essas coisinhas!… Que delícia!

Dessa vez quem vai casar são Tamira & Ítalo -ou melhor, o Itinho!!-, irmão da Andrielle (minha amiga de infância que foi madrinha do meu Casamento e eu fui do dela. rs). Eles me convidaram para ser madrinha junto com meu irmão e obviamente que aceitamos. Meu irmão, eu, Andrielle e Itinho crescemos todos juntos. Fomos vizinhos por alguns anos e isso fez crescer uma grande amizade no meio de nossa família. Amizade que perdura até hoje! Inclusive, meus pais também serão padrinhos desse Casamento.

Como não poderia deixar de ser, madrinha tem a função de ajudar. E desta vez a minha tarefa foi ajudar a organizar o Chá de Lingerie da noivinha de 04 de junho.  Já falei sobre Chá de Lingerie aqui e não vou falar sobre sua função e nem como preparar. O post de hoje vai com dicas de presentes.

mascara-de-dormi-cha-de-lingerie-tapa-olhos-cha-de-lingerie

Esses dias comentei q fui convidada para um Chá de Lingerie e me perguntaram o que se dá num Chá como esse. E, pensando nisso, resolvi pesquisar uma lista de sugestões para o caso de alguém estar sem ideia do que dar. Anota aí!

– calcinhas avulsas (as peças devem variar entre algodão e renda, tudo depende das preferências da noiva)
– camisolas curtas
– camisola longa (de preferência de cetim)
– conjuntos de calcinha e sutiã (as peças podem variar desde os modelos mais clássicos com sedas e rendas nobres, até os mais lúdicos e coloridos, com estampas animais)
– meias-calças (depende muito do gosto de cada noiva, mas uma preta e uma branca são essenciais para apimentar a lua de mel e combinar com um conjunto de calcinha e sutiã)
– sutiãs para o dia-a-dia (modelos básicos que não chamam muito a atenção e não marcam roupas, de preferência nas cores branco, preto e bege)
– chinelo (podem ser chinelos básicos, ou chinelinhos decorados com tecidos e miçangas delicadas)
– pijama de inverno (básico para os dias mais frios)
– espartilhos completos (pelo menos um branco e um preto para deixar a lua de mel mais sensual)
– robes avulsos (um curto e um comprido para usar com as camisolas)
– ligas de perna (uma branca e uma preta para usar com lingeries mais sensuais)
-baby doll (para dias mais quentes e básicos)
– sais de banho, óleos de massagem e brinquedinhos mais apimentados

Tirei essa lista do site [http://www.mundodastribos.com/lista-de-presentes-cha-de-lingerie.html] e achei bacana compartilhar. 

Depois postarei fotos de como foi o Chá de Lingerie da Tamira. 😉